Sonda chinesa é a primeira a explorar lado oculto da Lua

Imagens: Xinhua News

O ano apenas começou e a China já celebra um novo capítulo na história da exploração do espaço lunar: a nave Chang’ e 4 chegou na face oculta da lua nesta quinta-feira (03 de janeiro).

A sonda lunar representa um dos maiores avanços em tecnologia espacial e na investigação do sono lunar. O equipamento tocou a superfície da cratera Von Karman, localizada na bacia de Aitken (Polo Sul). Enviou três fotos do local, mostrando ao mundo as primeiras imagens do outro lado da lua. “Explorar a face oculta da lua é uma contribuição que a China está dando ao mundo. Embora ainda não saibamos o que encontraremos, essa exploração pode influenciar várias gerações”, afirma Shen Zhenrong, um dos cientistas envolvidos no projeto.

Imagens: Xinhua News

O objetivo da sonda Chang’e 4 é explorar o lado desconhecido da superfície lunar. Obter mais informações sobre a composição do terreno e o relevo da área pode ajudar os cientistas a compreenderem melhor a formação da lua e do sistema solar.

Desenvolvida pela China Academy of Space Technology, esta é a quarta sonda que a China lança desde o início do programa de exploração lunar do país em 2004. Parabéns, China!