Nesta terça-feira (23), Thomas Law, presidente do Ibrachina, reuniu-se com Paulo Foina, presidente da Abipti – Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação. Durante o encontro no Parque Tecnológico de Brasília, sede da Associação, eles trataram sobre importantes parcerias.

O Ibrachina está investindo em projetos de tecnologia e inovação no Brasil, com foco no centro da grande São Paulo. Além de apresentar o trabalho do Instituto, Law falou sobre o projeto de revitalização do entorno do Mercadão de São Paulo e do Circuito das Compras. Na ocasião, convidou Foina para integrar a Frente Parlamentar para o desenvolvimento de cidades inteligentes.

O presidente da Abipti destacou que “não dá para pensar no desenvolvimento socioeconômico sem pensar no desenvolvimento tecnológico”. Essa também é a convicção de Thomas, que falou ainda sobre sua visita à  Gitex Dubai, maior evento de tecnologia do mundo, onde estavam duas startups brasileiras levadas pelo Ibrachina e outras 10 que foram numa parceria com a  APEX-Brasil.

“Agradeço a receptividade e saio convicto de que grandes parcerias beneficiarão em breve, não só São Paulo, como muitos outros estados brasileiros”, afirmou Law ao final do encontro.

Acompanhou a agenda Alexandre Gouvea, CEO da LA USA Business, e Bruno Gabriel, assessor do Presidente Nacional do MDB, Deputado Federal Baleia Rossi, e Coordenador Nacional de Núcleos do partido, além de Sóstenes Marchezine, assessor do vice-presidente da Câmara dos Deputados e presidente da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento das Cidades Inteligentes, deputado Marcelo Ramos.

Posteriormente, Thomas Law foi ao Instituto Brasília de Tecnologia e Inovação (IBTI), para reunir-se com o presidente, Claynor Mazzarollo.

“Com a chegada do 5G ao Brasil e os trabalhos da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento de Cidades Inteligentes, logo a inovação e a tecnologia estarão disponíveis para todos os estados”, assegurou o presidente do Ibrachina, que complementou: “o IBTI é mais um parceiro do Ibrachina nessa empreitada. Quando nos reunimos para pensar no avanço, é a população quem ganha e isso não tem preço”.

Compartilhar.